Agricultura

Prefeito e Defesa Civil Municipal se reúnem para avaliar Situação de Emergência, definindo ações para Araioses

O alto volume de chuvas entre os meses de março e abril deixou Araioses estado de alerta, devido aos alagamentos na sede do município, enquanto que na região de Remanso e Ilhas como Goiabal as águas começaram a subir gradativamente.

Defesa Civil Municipal se reúne com o Prefeito Dr. Cristino para avaliar estado de alerta de Araioses. Estão ocorrendo estragos em estradas, pontes e bueiros do meio rural, o município sofre danos tanto na área urbana como rural. Na oportunidade foram repassadas as informações atualizadas sobre a situação do município.

Ainda em alerta

O coordenador Defesa Civil Municipal,Senhor Chico Sabino, alertou que ainda há previsão de chuva. Ele comentou ainda que “pela influência do El Niño, a tendência é ter níveis de chuva acima da média até inicio de maio de 2019”. Por ainda haver este risco, o Prefeito Dr. Cristino determinou para que a Defesa Civil permaneça em estado de alerta.

As chuvas intensas causaram danos nas estradas, ruas e avenidas tanto na zona rural quanto urbana de Araioses. Também foram relatados estragos em casas de moradores devido aos alagamentos. Por precaução, famílias estão deixando suas casas, seja por iniciativa própria ou pela Defesa Civil em virtude dos perigos eminentes pela força dos alagamentos. “Parabenizo a ação da Defesa Civil local juntamente com as secretarias municipais que ficaram e estão alertas a qualquer sinal de alagamentos e enchentes”, disse o Prefeito.

Estas ações que mobilizaram, principalmente, as secretarias Obras e Urbanismos, Assistência Social, Saúde, Administração, Agricultura e Abastecimento, Transportes e Educação, são intervenções importantes neste período difícil.

Planejamento e deliberações

O Prefeito solicitou à Equipe de Engenharia do município que faça um levantamento de dados (estudo, memorial descritivo, orçamento) e posterior projeto para conter, diminuir ou evitar enxurradas, inundações e alagamentos na sede do município, pois ao final do período chuvoso as ruas e avenidas da sede estão muito danificadas.

Com a manutenção do estado de alerta, vale lembrar que o monitoramento dos rios está sendo feita. A Defesa Civil também está preparada, podendo acionar as secretarias municipais para ativação de abrigos, recolhimento e triagem de doações, remoção de pessoas e demais atendimentos.

Mais em Agricultura


Receba nossa Newsletter. Deixe seu nome e e-mail!